Centro de Cirurgia da Vesícula Porto Alegre

Atendimento : De segunda a sexta das 8h às 18h
  Telefone : (51) 3224.7307

Tratamento

TRATAMENTO

 

Retirada Cirúrgica da Vesícula (Colecistectomia)

A remoção da vesícula biliar é uma das cirurgias mais realizadas no mundo todo. A cirurgia da vesícula costumava ser realizada com uma grande incisão no abdome, que além do mau resultado estético, causava muita dor no pós-operatório. Atualmente, a melhor forma de
realizar a cirurgia é através de técnicas mini-invasivas, conhecida como laparoscopia.
Nesta técnica, são realizadas pequenas incisões (“furinhos”), em que o cirurgião coloca uma câmera dentro do abdome que permite visualização dos órgãos e a realização do procedimento com instrumentos finos e delicados. Para criar dentro do abdome o espaço necessário para o uso dos instrumentos, é insuflado gás carbônico, que é rapidamente reabsorvido no final do procedimento.
O procedimento é realizado sob anestesia geral. A recuperação da operação é, geralmente, muito rápida e a maioria dos pacientes recebe alta hospitalar breve ou até no mesmo dia da cirurgia.
OBS. Todo procedimento laparoscópico (“furinhos”) apresenta a possibilidade de conversão para a cirurgia aberta (corte) dependendo da gravidade do caso. Apesar de incomum, a colocação de dreno (tubo cirúrgico utilizado para remover pus, sangue ou bile) pode ser
necessária em casos complicados.

Minilaparoscopia

A minilaparoscopia é um método mais recente onde utiliza-se portais (“furinhos”) ainda menores do que os da laparoscopia convencional.
Na minilaparoscopia, a retirada da vesícula é realizada pela cicatriz umbilical, e os outros três portais (“furinhos”), que resultam em marcas mais visíveis, são substituídos pelos modernos portais de 3 a 2mm da minilaparoscopia.
O resultado estético é superior (gerando cicatrizes quase imperceptíveis) com a mesma segurança e eficiência da laparoscopia tradicional.